mão segurando um ssd

Como escolher um SSD para notebook: dicas e cuidados

0 Flares 0 Flares ×
Banner para o e-book "Como atrair clientes para sua assistência técnica".

Notebooks mais antigos podem sofrer desgastes após um longo tempo de uso, perdendo desempenho e responsividade. Em alguns casos, trocar alguns componentes significa dar uma vida nova e melhorar muito a performance para o usuário.

Nesse contexto, saber como escolher um SSD para o laptop é uma etapa fundamental do processo, uma vez que a tecnologia é considerada a mais eficaz para aumentar a fluidez e velocidade de uso do sistema.

Para computadores de mesa, existe uma maior compatibilidade com SSDs, por causa das configurações robustas das placas-mãe para desktop. Nos portáteis, em contrapartida, o design mais compacto se traduz em limitações para melhorias de hardware, exigindo mais pesquisa antes de fazer o upgrade no notebook.

Se você está pensando em comprar um SSD, mas ainda tem dúvidas sobre qual modelo é o mais adequado, não se preocupe! A seguir, listamos algumas dicas e cuidados para não errar na hora da escolha.

Por que um SSD?

As vantagens de utilizar um SSD podem ser classificadas em três fatores, que acabaram catapultando a popularidade dessas unidades de estado sólido à posição de indispensáveis na hora de montar qualquer máquina em 2020. 

Velocidade

A velocidade dos SSDs pode ser entendida em dois atributos principais: leitura e gravação de dados, a qual pode chegar a cinco vezes mais quando comparada aos HDs convencionais, que utilizam outra tecnologia de armazenamento.

Na prática, o sistema operacional vai levar menos tempo para abrir e fechar programas, além de ser mais responsivo na hora de copiar ou colar arquivos entre pastas diferentes.

Confiabilidade

A operação de um HD envolve partes móveis, com a rotação de um disco de metal em altas velocidades. Por isso, a durabilidade e segurança dos dados fica mais vulnerável a acidentes como batidas e quedas do computador ou notebook.

No caso dos SSDs, esses riscos são minimizados, uma vez que não há componentes móveis – eles já trazem essa característica no próprio nome “unidades de estado sólido”.

Banner para página de parcerias com revendedores

Preço

Quando surgiram no mercado de consumidores, os SSDs tinham preços mais altos que os HDs comuns, além de possuírem capacidades significativamente menores. Porém, nos últimos anos, esse cenário vem mudando consideravelmente.

O mercado de hardware em 2020 ainda não oferece opções comparáveis de preço entre as duas categorias, com o custo por gigabyte (GB) mais baixo para o lado dos discos rígidos. No entanto, para quem não depende de muito espaço de armazenamento, os SSDs já são um investimento bastante viável.

Como escolher um SSD para notebook

Para esse tipo de upgrade, alguns cuidados simples podem evitar dores de cabeça na hora de escolher um modelo de SSD. Vale lembrar que não existe uma resposta absoluta, pois cada caso vai trazer condições diferentes para analisar o que pode ser feito.

A princípio, vamos tratar dos formatos mais comuns para essa tecnologia: M.2 e 2,5 polegadas, compatíveis com a maioria dos laptops.

Compatibilidade

O primeiro ponto a observar é a compatibilidade entre o notebook e o SSD. Em geral, o espaço para instalação do disco rígido é no formato de 2,5 polegadas, mesmo tamanho das unidades de estado sólido com interface SATA.

Um cuidado maior precisa ser tomado quando a escolha for por um SSD no formato M.2, já que nem todas as placas-mãe dos computadores portáteis suportam essa conexão. Portanto, a dica é pesquisar se o seu modelo de notebook é compatível com o componente que deseja instalar (o manual do aparelho deve conter essa informação).

Outra opção é utilizar a baia de CD/DVD (se houver) com um adaptador caddy, que permite substituir o drive de leitura e instalar um SSD de 2,5 polegadas.

Mão segurando um SSD.
A grande maioria dos SSDs são compatíveis com conexões tipo SATA disponíveis nos notebooks.

Capacidade

Como já foi discutido, a tecnologia de HDs ainda supera em muito no quesito armazenamento, com modelos ultrapassando facilmente a barreira dos terabytes. No caso dos SSDs, é mais comum encontrar produtos variando entre 120 e 500GB de memória.

Dessa forma, se o seu upgrade envolver a substituição do disco atual, faça uma estimativa do espaço necessário antes de optar por um modelo de SSD para que não faltem gigabytes depois da modificação.

Observação: nesses casos, também é possível aproveitar o HD antigo e transformá-lo em uma unidade de armazenamento externa com um simples adaptador para USB.

Banner para a página de download do infográfico sobre atendimento remoto da ELGScreen.

Velocidade

Seja qual for o modelo de SSD escolhido, o ganho de velocidade será muito grande em comparação com um disco rígido.

A rapidez na leitura e escrita de dados está relacionada, principalmente, ao tipo de conexão entre o SSD e a placa-mãe. As mais populares são PCI Express (PCI-e) 3.0 e SATA III, sendo a primeira mais veloz.

Vale ressaltar que a disponibilidade de uma porta PCI-e depende da placa-mãe do notebook. É comum confundir o tipo M.2 com a rapidez do PCI Express, mas são dois conceitos diferentes – o primeiro é estritamente relacionado ao formato do SSD.

Outra característica que pode interferir na velocidade é a presença de DRAM no componente. Isso mesmo, SSDs possuem sua própria memória RAM! Ela é responsável por armazenar informações de onde os arquivos estão guardados dentro da unidade.

Modelos sem esse chip vão custar menos, mas precisam usar parte do seu espaço para guardar esses dados; como o tipo de memória dos SSDs é bem mais lento que um módulo de DRAM, a velocidade de localização dos arquivos dentro do drive ficará comprometida.

Portanto, analise qual modelo serve melhor as suas necessidades. Para quem precisa das maiores velocidades possíveis (como editores de vídeo), vale a pena procurar um SSD com conexão PCI-e e com um chip de DRAM.

Aplicações

É importante pensar no upgrade do notebook como algo funcional e com um propósito. Dessa forma, observar a real necessidade de uma unidade de armazenamento mais rápida é fundamental.

Hoje em dia, sistemas operacionais como o Windows tornaram a vida dos HDs mais difícil, com arquivos e programas que exigem mais desempenho a fim de entregar uma experiência mais responsiva ao usuário.

Portanto, para aplicações que envolvem muita alternância entre tarefas, abre e fecha de programas, diversas abas abertas no navegador e cópias de arquivos, um SSD vai dar um ganho de performance muito bom.

Homem na frente de dois computadores editando vídeos.
Aplicações que exigem muitas ações simultâneas e acessam arquivos com frequência se beneficiam do uso de SSDs.

No entanto, se você não tem problema em esperar um pouco mais para carregar seus arquivos, ou costuma trabalhar com poucas aplicações simultâneas, seu disco rígido convencional pode ser mais que suficiente.

Para usuários de Linux, por exemplo, é possível encontrar distribuições que usam muito pouco do hardware, rodando bem em configurações abaixo do que as máquinas com Windows exigem.

Orçamento

Por último, mas não menos importante, temos o fator preço. Como já foi comentado, para modelos com o mesmo espaço de armazenamento, SSDs continuam mais caros que os HDs.

A dica, neste caso, é colocar no papel o valor necessário para fazer o upgrade, considerando a economia de tempo que uma unidade mais rápida pode te dar. 

Em alguns casos, o aumento de produtividade compensa o investimento feito em pouco tempo, além de diminuir o estresse da espera pela resposta do computador.

Banner para a página de download da planilha de acompanhamento de serviços e cadastro de clientes.

Upgrade de SSD com a ELGScreen

Agora que você já sabe como escolher um bom SSD, estará preparado para não gastar demais (no caso de um notebook que não suporta PCI-e, por exemplo) nem optar por um modelo que não sirva na sua placa-mãe.

Se estiver procurando um modelo de SSD do tipo SATA, 2,5 polegadas, não deixe de conhecer a ELGScreen, loja especializada em soluções de produtos de informática. Com um catálogo de peças e acessórios para melhorar a vida de quem trabalha com notebooks, também incluímos uma nova categoria dedicada a quem está no regime de home office.

Entre os itens oferecidos, vários modelos de SSD podem ser encontrados. Se estiver à procura de um upgrade no seu laptop ou computador, não deixe de conferir as opções da loja virtual, clicando no banner abaixo!

Banner com imagem de um ssd e frase "ssds para o seu computador - conferir modelos".
0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

ELGSCREEN

A ELGScreen é uma loja online, presente no mercado desde 2008, especializada na venda de telas para notebook, com diversas opções de modelos. O e-commerce possui ainda teclados, baterias, fontes e outras peças para notebook. A ELGScreen oferece condições especiais de preço e pagamento para revendedores. Confira nossas condições especiais acessando elgscreen.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *