Skip to main content
Planejamento com o Modelo de Excelência da Gestão

Modelo de Excelência da Gestão: como usar em sua assistência

0 Flares 0 Flares ×

Todos os aspectos que envolvem o funcionamento de uma empresa estão, de alguma forma, relacionados à gestão. Dentro desse campo, o Modelo de Excelência da Gestão (MEG) funciona como guia de referência para melhorias nos processos de gerenciamento nas organizações.

Neste post, abordaremos os aspectos gerais do MEG e como ele pode ser aplicado para aprimorar a gestão de assistências técnicas. Confira!

O que é o MEG?

O Modelo de Excelência da Gestão foi desenvolvido pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), uma associação de empresas públicas e privadas, sem fins lucrativos, que têm o objetivo de educar e estimular as organizações brasileiras na evolução de sua gestão.

O MEG é composto por oito fundamentos, que se desdobram em temas, processos e ferramentas. Cada um desses traz um direcionamento que a empresa pode seguir, a fim de caminhar rumo à excelência da gestão.

Os oito fundamentos do Modelo de Excelência da Gestão são:

  • Pensamento sistêmico
  • Aprendizado organizacional e inovação
  • Liderança transformadora
  • Compromisso com as partes interessadas
  • Adaptabilidade
  • Desenvolvimento sustentável
  • Orientação por processos
  • Geração de valor

Os fundamentos estão dispostos em um diagrama em forma de Tangram — um quebra-cabeças de origem chinesa com mais de 5 mil combinações de figuras diferentes, a partir do posicionamento de suas peças.

Tangram do MEG.
Os fundamentos do MEG estão dispostos em um diagrama no estilo do Tangram. Imagem: Reprodução/Nevit Dilmen (https://bit.ly/1IEXHtK).

Isso se reflete na característica do MEG de possuir uma estrutura diferente para cada organização, que, naturalmente, possuirá prioridades de trabalho distintas, dependendo dos serviços oferecidos. O modelo segue as bases do ciclo PDCL, sigla que se traduz em quatro etapas:

  • Plan, planejar;
  • Do, fazer;
  • Check, verificar; e
  • Learn, aprender.

Resumindo, o Modelo de Excelência da Gestão é um guia de fundamentos que, se bem trabalhados em uma organização, levarão a empresa a um patamar de excelência na sua administração.

Como aplicar o MEG na gestão de uma assistência técnica de informática?

Como a própria FNQ afirma, esse modelo não é prescritivo. Ou seja, os fundamentos não possuem uma ordem específica de aplicação ou foco. O que eles representam são direcionamentos e recomendações.

Uma das maneiras de utilizar o MEG é definir quais fundamentos se quer trabalhar, organizar uma equipe e aplicar o ciclo PDCL para desenvolver cada um deles. Cada fundamento, desdobrado em seus temas, será alcançado por meio de processos e projetos.

Equipe de trabalho do MEG.
O trabalho segue as bases do ciclo PDCL: planejar, fazer, verificar e aprender.

Para uma assistência técnica, por exemplo, pode ser montada uma equipe para trabalhar apenas com o fundamento da Geração de Valor, que abrange o tema Resultados Sustentáveis.

A geração de valor consiste em alcançar resultados satisfatórios nos âmbitos social, ambiental e econômico, por meio da revisão e criação de projetos.

Esse conceito, aplicado em uma assistência técnica de informática, direciona uma análise sobre quais os produtos mais vendidos, bem como os tipos de serviço que mais impactam no orçamento ou que demandam mais tempo de trabalho.

A partir desse fundamento, a equipe trabalhará o ciclo PDCL:

  • P: discutindo e fazendo perguntas sobre a situação atual da empresa, os objetivos serão definidos, juntamente com os indicadores de alcance dos resultados. O planejamento e o plano de ação serão realizados;
  • D: as ações planejadas serão implementadas, com base em processos definidos e desenhados pela equipe;
  • C: a partir dos indicadores, os resultados da fase anterior serão recolhidos e documentados;
  • L: a última etapa, de aprendizado, consistirá em analisar o que deu certo e o que não foi alcançado, dando as bases para o próximo planejamento.

O ciclo PDCL se repete até que os indicadores de sucesso sejam satisfatórios, e os processos de trabalho estejam bem definidos. Então, a empresa pode decidir trabalhar em um outro fundamento, dando seguimento à aplicação do MEG.

O ciclo PDCL é utilizado na aplicação do MEG.
A cada projeto concluído, as lições aprendidas servirão como alicerce das próximas iniciativas.

Afinal, por que utilizar o Modelo de Excelência da Gestão?

O MEG foi desenvolvido para ser um guia de referência. A FNQ constantemente atualiza os materiais de apoio, a fim de que o modelo esteja coerente com a realidade do mercado empresarial.

O modelo foi criado para ser prático, seguindo as diretrizes cíclicas do PDCL. Os processos dentro das organizações serão aprimorados a cada ciclo, com o objetivo de alcançar as metas de excelência, definidas pela empresa.

Cada organização terá sua própria realidade, e pode escolher aumentar os esforços de trabalho em determinados fundamentos do MEG, que oferece direcionamentos, mas não restringe nem prescreve metas específicas.

Portanto, toda empresa pode se beneficiar da aplicação do Modelo de Excelência da Gestão, uma vez que, tendo seus processos aprimorados, sua gestão ganhará maturidade e isso se refletirá em resultados mais satisfatórios.

Assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse, toda semana, diretamente em sua caixa de entrada!

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

ELGSCREEN

A ELGScreen é uma loja online, presente no mercado desde 2008, especializada na venda de telas para notebook, com diversas opções de modelos. O e-commerce possui ainda teclados, baterias, fontes e outras peças para notebook. A ELGScreen oferece condições especiais de preço e pagamento para revendedores. Confira nossas condições especiais acessando elgscreen.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *