Hibernar, suspender ou desligar o notebook? Você sabe qual a opção correta para o seu perfil de usuário?

0 Flares 0 Flares ×

É fato que você já notou que o Windows sempre deu ao usuário essas três opções de “desligamento” do sistema. Mas você sabe exatamente como funciona cada uma delas? Em que momento deve-se usar  uma ou outra? Vamos ver as diferenças entres esses três tipos de desligar o notebook, e ver qual vale mais a pena em cada situação.

Você já deve ter notado ao desligar o notebook, que além da opção desligar (shut down), você ainda conta com as opções de suspendê-lo ou hiberná-lo. Mas o que cada uma dessas funções faz?

Para escolher entre essas opções é necessário definir por quanto tempo o usuário ficará afastado da máquina, para então saber qual a melhor para aquela situação. A maioria das pessoas, quando vão se afastar temporariamente da máquina, apenas a bloqueiam, ou então nem isso, simplesmente deixam a máquina ligada (falaremos mais a frente se é melhor desligar ou não a máquina). Mas vamos a explanação de cada uma das opções para desligar o notebook:

Suspender/Dormir

Muitas vezes, o computador/notebook é automaticamente suspenso quando fica muito tempo inativo ou a tampa é fechada (você pode gerenciar as opções de energia acessando o painel de controle>hardwares e sons>opções de energia>configurações do sistema. Fig. 01).

Opções de energia
Figura 01 – Opções de energia

Ou seja, quando a máquina é suspensa (ou posta para dormir), sua sessão é salva na memória e o computador continua ligado, porém com baixo consumo de energia. Este é o modo ideal para quem vai ficar uma ou duas horas afastado da máquina, pois a sessão é rapidamente reiniciada quando o computador/notebook “acorda”. Porém, é importante repetir que o computador continua ligado. Caso houver uma queda de energia ou a bateria acabar, todos os dados que estavam abertos serão perdidos. Caso esteja utilizando o notebook ligado apenas pela bateria, talvez seja melhor esta opção abaixo.

Hibernar

O modo de hibernação é semelhante ao de suspensão, porém as informações são salvas no disco rígido da máquina. Após o salvamento, todo o computador é desligado. Quando a máquina for reiniciada, todas as janelas que estavam abertas quando a hibernação foi feita já estarão novamente na área de trabalho, exatamente como foram deixadas. Como o computador é efetivamente desligado, a energia é economizada. Recomendado para quem vai se afastar algumas horas da máquina. Porém é necessário se atentar ao seguinte: o modo de hibernação requer mais tempo para ser desligado e também ao religá-lo posteriormente. Caso muitos aplicativos estejam abertos é melhor desligar, ou pelo menso fechar alguns dos aplicativos, mantendo abertos apenas os realmente necessários, visto que o tempo de inicialização pode ser maior do que ligar o computador mais tarde e iniciá-los novamente.

Desligar

Forma mais usual de encerrar o sistema. Como o próprio nome fala, o computador é totalmente desligado e não salva sua sessão em nenhum lugar. É uma boa solução caso seu computador esteja começando a ficar lento por ficar muito tempo ligado. Desligue seu computador caso for passar muito tempo afastado dos trabalhos.

Desligar ou deixar ligado?  Eis a questão!

OK. Agora você já sabe qual das opções utilizar em cada ocasião. Mas tenho certeza de que você já ouviu falar que vale a pena deixar o computador ligado ao invés de desligá-lo a cada dia.  O que há de verdade e de mito nesta afirmação?

As informações são divergentes, não há consenso sobre qual a melhor estratégia e o que vale é a experiência do próprio usuário. Segundo alguns relatos é melhor desligar a máquina o menos possível, para outros é necessário economizar a vida dos componentes com desligamentos regulares. Mas por que isso?

Segundo alguns usuários e especialistas, o melhor é desligar o menos possível, pois o equipamento desgasta mais com o ciclo liga-desliga (com a energia aplicada aos componentes para ligá-los), do que com um estado de constância de funcionamento (energia sempre igual) por vários dias ou meses seguidos. O vital neste processo é que você mantenha seu computador sempre bem ventilado, com coolers de acordo às suas necessidades, por exemplo, se você utiliza aplicativos que exijam muito da placa de vídeo, seu notebook esquentará mais que o computador de um usuário que usa somente o Word. Nesse caso será necessária uma refrigeração de qualidade, e então, poderá ficar por dias a fio sem um shutdown.

Mas e por que estamos batendo tanto na tecla da temperatura do PC? Porque o problema não é ele ficar ligado, e sim o aquecimento que será gerado a partir disso. E isso sim inspira cuidados, pois o sistema tem um mecanismo de autodefesa em que, atingida certa temperatura, ele desligará automaticamente, podendo ocorrer perda de dados, queima de peças, como HD, etc. aliás, somente o fato de ele esquentar muito durante o uso já poderá gerar danos à máquina.

Bom, o computador é uma máquina e como tal, foi projetado e construído para funcionar, certo? Certo, porém alguns “reinícios” de sistema serão necessários às vezes. Quando? Pelo menos as 2ª terças-feiras de cada semana, pois é o dia em que a Microsoft lança as atualizações automáticas no Windows Update, e após instalá-las, será necessário reiniciar a máquina para que elas entrem em vigor. Ahhh, também é altamente recomendado que você reinicie seu computador periodicamente para limpar a memória RAM. Após muito tempo ligado é normal que a memória acumule “lixo”, proveniente dos programas e aplicações abertas por você e pelo sistema, ocasionando a lentidão do PC. Reiniciá-lo irá torná-lo rápido novamente.

Outro ponto negativo de não desligar seu pc será, é claro, a conta de luz gerada. Dependendo da sua fonte, de 300 watts, 500 watts, 1200 watts, etc. o gasto irá puxar sua conta de energia lá para cima. Segundo este simulador online, da distribuidora de energia AES Sul, um computador de 300 W ligado por 24 horas, durante 30 dias no mês, irá consumir, nada mais, nada menos do que 216kWh por mês!!!

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

ELGSCREEN

A ELGScreen é uma loja online, presente no mercado desde 2008, especializada na venda de telas para notebook, com diversas opções de modelos. O e-commerce possui ainda teclados, baterias, fontes e outras peças para notebook. A ELGScreen oferece condições especiais de preço e pagamento para revendedores. Confira nossas condições especiais acessando elgscreen.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *